Sábado, 10 de Abril de 2010

Primavera

Uma noite adormeci depois de horas a chorar.

Tentei curar tudo que estava ferido em mim, mas nenhum esforço conseguiria de mim tirar a dor que carregava.

Acordei com os olhos queimados, rasgados pelas lágrimas.

Já não havia mais lágrimas para chorar, a fonte da amargura secou.

Foi nesse dia que decidi mudar tudo ao meu redor. Comecei por arrancar todas a ervas daninhas, o que era feio e inconveniente, ganhando força para arrancar todo o mal que havia arrastado do passado.

Tentei quebrar todo o elo que ainda tinha com qualquer elemento que não fizesse parte do meu novo ideal.

Sei que não fui perfeito percebes? Mas não tive capacidade para tal.

Errei? Sou humano! Desculpa se não esperavam isso de mim.

Fui um estúpido? Muito, mas quem nunca teve essa fase? Se foste santo, parabéns, mereces um altar.

Fui criança e infantil? Claro, se já nascesse adulto e maturo, morreria estúpido.

Menti? Também, mas fui homem suficiente para desmentir.

Como toda a gente já sofri, chorei, amei, odiei, venerei, isso chama-se viver. Sou apenas uma criança de 18 anos, onde durante esse tempo apareceram pessoas que viram o meu lado mau, o meu lado bom, umas partiram, outras ficaram, e essas que permaneceram do meu lado, são as que passaram pelo mesmo processo que eu de errar/aprender.

Sei que nem sempre as mudanças são positivas, mas nada tem sido pior desde então. Deixei de ser o ideal para muitos, mas passei a ser o ideal para outros, pessoas essas que eu amo, e quero preservar eternamente.

Sei o que sou agora, na pessoa lutadora, fiel e sincera que me tornei, e orgulho-me de tal, onde a imperfeição diminui dia para dia.

Custou passar os dias chuvosos, nuvens negras, o mau tempo, mas…

Finalmente a Primavera chegou.


publicado por butiamadreamer às 13:33
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Eu a 6 de Maio de 2010 às 01:58
Porque é que as coisas boas não duram para sempre?
Aguardo resposta


De Eu a 6 de Maio de 2010 às 15:18
Se há coisa que aprendemos é que bom ou mau, um momento acaba sempre.
O que vêm depois da primavera? E depois disso? E depois disso?

Um dia a primavera acaba e talvez comece o verão, mas este também vai acabar.
Devo supor que isto é um ciclo. Mas em qual escolhemos morrer? Em qual conseguimos?


Comentar post

.mais sobre mim

.posts recentes

. ...

. Depois de...

. Principezinho

. Bolhas de Sabão

. ...

.arquivos

. Junho 2011

. Maio 2011

. Julho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010