Sábado, 6 de Fevereiro de 2010

Loucura

É contigo que falo na maior parte das horas do meu dia. É nessa maior parte do dia que sinto feliz. Não sei te explicar o que realmente é, mas algo corre-me nas veia, algo me chama, e por momentos quando fecho os olhos, vejo-te. A tua face ocorre-me limpa e bem perto, como se tivesses aparecido como respostas ao meu olá e enlouqueço, deixo-me levar pela loucura, e torno-me um louco por pensar em ti e não naquilo que realmente sentes por mim.

 

É em ti, loucura dos meus pensamentos que me perco por becos, por longas avenidas e corro, sem nunca perder o fôlego, porque no final quero alcançar-te e abraçar-te, mas essas longas corridas nunca  acabam e tu nunca me abraças...

 

Agora num mundo novo, neste lugar frio e vazio, sinto que caio. "Amparo de sonhos e sentimentos volta, e não me deixes só nesta noite"- chamo. Eu não sou aquilo que desejas, mas continuas a enlouquecer-me...

 

Leva-me contigo para esse mundo, onde ser louco é possível e tu me trarias a felicidade por já não seres loucura nem sonho, mas uma realidade que sinto e não sofro, porque ali tenho-te junto a mim.

 

Mustacho

sinto-me:
publicado por butiamadreamer às 15:42
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Tita a 6 de Fevereiro de 2010 às 17:47
Bom estou a ver que temos aqui mais um bom escritor.Palavras simples mas que transmitem muita coisa.E sinceramente gostei bastante de ler o texto sobre a loucura!

Muitos parabéns!Continua que passas-te a ter uma leitora assidua ;)


Comentar post

.mais sobre mim

.posts recentes

. ...

. Depois de...

. Principezinho

. Bolhas de Sabão

. ...

.arquivos

. Junho 2011

. Maio 2011

. Julho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010